« Ir para a home page
Sobre Dabee
Comunidade
Perguntas e Comentários
confira a dabee na mídia
Estamos pela mídia! Dê uma olhada nas matérias escritas sobre nós em alguns sites como G1, Valor Econômico, Época Negócios e UOL Economia.
Se você é um jornalista e está interessado em conhecer melhor a Dabee, adoraríamos conversar com você.
Envie-nos uma mensagem
"A Dabee dispõe no site produtos das áreas de eletroeletrônicos, jogos, música, moda, beleza, automotivo, artigos esportivos e utilidades domésticas de qualquer parte do mundo. Guilherme Bastos, sócio e executivo-chefe da Dabee, diz que o objetivo principal é permitir que os internautas tenham acesso principalmente a produtos segmentados, que não são encontrados facilmente, como óculos de mergulho, pranchas de surf, estátuas de jardim e objetos de design. “Essa era uma lacuna que havia no comércio eletrônico e que esperamos que seja atendida com o site”, afirma Bastos"
Valor Econômico, 7/26/2012
"No caso do Dabee, site com foco na venda de itens importados dos Estados Unidos para o Brasil, as vendas entre novembro e dezembro cresceram de três a quatro vezes sobre os meses anteriores, graças a ações em redes sociais, disse Tomás Penido, executivo de marketing global da Dabee e principal executivo da empresa no Brasil. “Em torno de 20% das nossas vendas são fruto de ações no Facebook”, afirmou. Segundo ele, 90% do que vende tem início em ações em redes como Facebook e Twitter."
Valor Econômico, 21/12/2012
"Por meio do site, os usuários criam vitrines de descobertas, chamadas de colmeias, e incluem produtos únicos disponíveis em diversas lojas virtuais do mundo todo. Qualquer usuário pode criar uma colmeia na Dabee ou mesmo seguir colmeias vizinhas que sempre trazem descobertas interessantes. Esse conteúdo também pode ser compartilhado por meio do Facebook, Twitter e outras redes sociais."
Valor Econômico, 12/29/2012
"Bastos explica que, na Dabee, o usuário descobre produtos de fora do país e os disponibiliza em 'colmeias'. Se alguém quiser comprar, a loja apresenta o preço final do item (incluindo taxas de importação e frete) e facilita a logística da chegada do produto ao Brasil. O pagamento poderá ser parcelado em até 12 vezes, no cartão nacional, afirma o executivo, que é o CEO da empresa."
globo.com, 07/31/2012
"O objetivo da Dabee é oferecer uma experiência diferenciada de compra. A proposta é que o brasileiro descubra novos produtos que ele não encontra no país. É um catálogo do mundo inteiro disponível para o Brasil", diz Nobre. "
Época Negócios, 08/22/2012
"O Brasil é o passo inicial da Dabee, que pretende se instalar também em outros países. Aqui, já possuem 60 mil usuários e esperam chegar a 500 mil até o final do ano. Para atrair mais pessoas, o foco serão as mídias sociais, como Facebook e Twitter. “É fundamental atingir o público que já está familiarizado com esse universo e que tenha afinidade também com o social commerce”, diz Tomás Penido, gerente de ações da empresa no Brasil, onde acabam de abrir um escritório. A sede da Dabee fica no Vale do Silício, nos Estados Unidos, e a empresa ainda possui um escritório na Índia."
Pequenas Empresas & Grandes Negócios , 08/08/2012
E MAIS...